Conselho Editorial da EdUEMG se reúne para discutir ações estratégicas

A Editora Universitária da Uemg surgiu em 2008 na Unidade Acadêmica de Barbacena por meio de uma iniciativa do professor Fuad Neto, atualmente docente associado no Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São João Del Rei. Onze anos depois, Fuad continua atuando na EdUemg como membro do Conselho Editorial, e se reuniu com os demais conselheiros na manhã desta terça-feira (23), após o esforço de revitalização da Editora pela gestão da Universidade, tendo à frente do Conselho Editorial, o vice-reitor Thiago Torres.

Em um misto de memórias, diagnósticos e ações estratégicas a reunião durou mais de duas horas. Ana Lúcia Gazzola, membro do Conselho Editorial, ex-reitora da UFMG e ex-secretária estadual de Educação Básica do Estado de Minas Gerais, foi enfática sobre a importância de criar estratégias de fortalecimento das editoras universitárias a partir de um trabalho em rede, tanto de agenda como de distribuição e visibilidade dos livros em pontos de vendas para acesso público das obras.

A professora da UFMG, Helena Lopes, conselheira universitária e ex-professora da Escola de Música da Uemg comentou sobre obras importantes que foram publicadas pela EdUEMG, no caso dois volumes da coleção da Série diálogos com o som, volume I “A música do século 20 e 21” e volume II “Música e Educação” e, que são utilizadas atualmente em programas de pós-graduação como o de Música da UFMG.

No decorrer da reunião, a conselheira Amanda Brescia apresentou um diagnóstico atual da editora e informou que até o momento, além das publicações de livros, a editora auxilia os editores de periódicos da Instituição e organiza as publicações dentro da sua página digital, contribuindo assim para a divulgação das revistas científicas. Já o conselheiro e professor José Márcio Barros comentou sobre o papel significativo de se abrir diálogos “não somente com os pares, mas com os ímpares também”.

O presidente do Conselho e vice-reitor, Thiago Torres, comentou também sobre o esforço dedicado à editora na gestão, que em menos de um ano atualizou o regimento interno, abriu editais, formou um novo corpo editorial e deu início a agenda de reuniões, propiciando assim, um avanço considerável e representativo para a difusão do conhecimento e da cultura produzidos pela intersecção academia e sociedade.

 

© 2020 UEMG - Todos os direitos reservados